segunda-feira, 13 de maio de 2013

Interior de São Paulo se destaca no mercado imobiliário

Crescimento tem chamado a atenção para a abertura de novos negócios nessas regiões, aumentando o número de microempreendedores.
O mercado imobiliário no interior do estado de São Paulo está em alta. E um dos motivos pode ser a busca do sonho de uma vida com qualidade e menos trânsito em municípios afastados da capital. Entre as diversas opções, cidades como São José dos Campos, Campinas e Ourinhos recebem boa parte desses novos moradores. São cidades desenvolvidas, que oferecem boa infraestrutura e oportunidades de emprego, além de áreas verdes e tranquilas.
Em Campinas, por exemplo, um levantamento do Sindicato da Habitação (Secovi) projeta que 70% dos residentes não são da região. A migração começa nos pólos universitários, onde quase 60% não são de Campinas, e 70% desses que são de fora, acabam ficando na cidade depois de concluírem os estudos. No ano passado, os imóveis mais procurados foram as unidades que custavam entre R$ 170 mil (pertencentes ao plano "Minha Casa, Minha Vida", do governo federal) e R$ 350 mil - com preferência para os apartamentos de 2 dormitórios e área aproximada de 46 m².
O setor imobiliário de São José dos Campos também segue um ritmo histórico de crescimento. Para o Secovi, as vendas aumentam de 6 a 7% ao mês e os imóveis com a maior demanda são os de 2 e 3 dormitórios. Os grandes compradores de imóveis na região são os consumidores finais, que compram para morar, com idades entre 25 e 45 anos. Quem trabalha no setor deve dar atenção especial à cidade, já que a expectativa é que o mercado movimente aproximadamente R$ 5,4 bilhões até 2014, valor correspondente a 25% do PIB (Produto Interno Bruto) de São José.
De olho na tendência de migração da capital para cidades menores em São Paulo, o desenvolvimento de Ourinhos vem ganhando força e o setor imobiliário também ganha evidência. Uma das tendências é a venda de loteamentos fechados: terrenos residenciais a partir de 1500 m² com destaque para o entretenimento - quadras de esporte, pistas de corrida, lagos e piscina aquecida.
A i-Uni Brasil, rede de licenciamento imobiliário, inaugurou recentemente quatro unidades nessas regiões e já percebe uma grande movimentação de corretores de outras cidades interessados em fazer parte do grupo. Uma das opções oferecidas pelo corretor licenciado Fernando Laino (i-Uni / Laino), por exemplo, é o Parque Trianon em Ourinhos, que inclui pista de equitação, lagos e trilhas ecológicas. Sinal de que o interior está em alta no mercado, oferecendo produtos cada vez mais sofisticados.
Segundo o diretor geral da i-Uni Brasil, Rodrigo Caporrino, a expectativa é dobrar o número de licenciados do interior de São Paulo até o final do primeiro semestre. "Recebemos diariamente muitos formulários de corretores interioranos, que acreditam no potencial de suas cidades e que buscam fazer parte da nossa rede para rentabilizar ao máximo os seus negócios como profissionais do setor", diz o executivo.